Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Delegação Económica à espera Palácio Sommer desde 2015
Terça, 05/06/2018
Quase três anos depois da compra do Palácio Sommer em Lisboa pela Fundação Macau, ainda não há data para a Delegação Económica e Comercial de Macau se mudar para o Palácio.

Situado no Campo Mártires da Pátria, o imóvel do início do século XX, tem três andares e um jardim, numa área de 2.634 metros quadrados. O Palácio Sommer precisa de obras.

Em resposta à TDM- Rádio Macau, a Fundação Macau disse que “não há qualquer alteração” sobre a finalidade do imóvel”, e que “é prematuro indicar qualquer data para a mudança de instalações, antes do início da obra”.

“Quanto ao ponto da situação sobre a reabilitação do Palácio Sommer em Lisboa, a Fundação já efectuou os estudos necessários. Estamos na fase final do processo de adjudicação da elaboração do projecto de Reabilitação do Palácio Sommer”, acrescentou.

Enquanto isso, a Delegação Económica e Comercial de Macau em Lisboa mantém-se na Avenida 5 de Outubro da capital portuguesa. A sede funciona num imóvel do Fundo de Pensões, que está avaliado em 9,6 milhões de patacas. Um valor conhecido hoje, na sequência da entrega pelo Governo de um relatório à Comissão de Acompanhamento para os Assuntos de Finanças Públicas.

A compra do Palácio Sommer foi concretizada em 2015 pela Fundação Macau por 71,8 milhões de patacas.

A aquisição aconteceu depois de em 2014 a Fundação Macau ter identificado duas oportunidades de negócio: Conseguir “condições condignas” para a Delegação Económica e Comercial de Macau em Lisboa e aproveitar o que descreveu como o arrefecimento do mercado imobiliário em Portugal.

Fátima Valente