Em destaque

26 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.0301 patacas e 1.1139 dólares norte-americanos.

Aditivos que substituem açúcar passam a estar regulados
Quinta, 31/05/2018
O Conselho Executivo deu luz verde ao projecto de regulamento administrativo intitulado “Normas relativas à utilização de edulcorantes em géneros alimentícios”. Um regulamento que regula a utilização dos aditivos que conferem sabor doce aos alimentos, em substituição do açúcar.

O regulamento também define a dose máxima e condições de utilização destes aditivos, que estão divididos em duas categorias, num total de 19 tipos.

Não obstante a criação do regulamento, Ung Sau Hong, do Conselho de Administração do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais (IACM), disse na conferência de imprensa do Conselho Executivo que os produtos importados ou fabricados em Macau estão de acordo com as normas de seguranca alimentar.

“Não há qualquer produto que neste momento não satisfaça os requisitos ou os padrões internacionais. E também, de acordo com a nossa investigação, praticamente todos os produtos satisfazem estas normas, e quando nós elaborámos este regulamento administrativo já consideramos a situação de termos de importar muitos produtos”, referiu Ung Sau Hong.

Os infractores, ou seja, os que usarem edulcorantes não listados no regulamento, vão ser punidos de acordo com a lei de Segurança Alimentar, explicou Ung Sau Hong. A responsável do IACM adiantou que não foram registadas irregularidades desde a entrada em vigor da Lei de Segurança Alimentar, em 2013.

Também referiu que o IACM tem feito campanhas de sensibilização, em colaboração com os profissionais do sector alimentar, de forma a cumprirem as regras de segurança alimentar.

Fátima Valente