Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Exame unificado aceite por universidades na China e Portugal
Sábado, 26/05/2018
Os estudantes de Macau podem, a partir deste ano, usar os resultados do Exame Unificado de Acesso para se candidatarem a instituições de ensino superior do Interior da China e de Portugal.

Em comunicado, o Gabinete de Apoio ao Ensino Superior (GAES) informa que são dez as instituições de ensino superior do Interior da China que passam, este ano, a aceitar os resultados do exame.

As candidaturas podem ser feitas a partir de Junho, por todos os estudantes titulares do Bilhete de Identidade de Residente da RAEM e do Salvo-conduto concedido aos residentes de Hong Kong e Macau para entrada e saída do Continente. Os resultados devem ser publicados em meados de Julho.

Em Portugal, são 15 as instituições parceiras deste programa. Entre as instituições portuguesas que reconhecem o exame estão a Universidade de Coimbra, a Universidade de Lisboa, a Universidade do Porto e a Universidade Católica Portuguesa, nem os institutos politécnicos de Leiria, Porto, Bragança e Coimbra.

No ano passado, o GAES assinou protocolos de cooperação com o Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP) e o Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP), no sentido de as instituições começarem a aceitar os resultados dos exames a partir de 2018.

Marta Melo