Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Canídromo: Governo pede plano para galgos até ao fim do mês
Sexta, 25/05/2018
O Governo deu até ao fim do mês para o canídromo apresentar um plano para o realojamento dos galgos. O objectivo é garantir a protecção dos animais após o fim das corridas. O canídromo vai fechar a 21 de Julho.

A informação foi divulgada pelo Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais (IACM) em comunicado.

O prazo do Governo surge depois de uma reunião realizada esta quarta-feira entre o IACM, Direcção de Inspecção e Coordenação de Jogos (DICJ) e a Companhia de Corridas de Galgos Macau (Yat Yuen), responsável pelo canídromo.

Na reunião, o IACM instou a Yat Yuen a fazer um esforço maior para a definição de um plano adequado para o realojamento dos galgos e sublinhou que não encoraja nenhuma empresa ou indivíduo a abandonar animais.

Por outro lado, o IACM lembrou que há associações de defesa dos animais que já se disponibilizaram para participar nos processos de adopção dos galgos, e sugeriu ao canídromo para cooperar com grupos de Macau e do exterior, incluindo da China, para os programas de adopção.

De acordo com o comunicado, o canídromo reconheceu que tem a responsabilidade de prestar cuidados adequados aos galgos e disse ter um plano de adopção a decorrer, mas que ainda registou poucos pedidos por parte de interessados.

O canídromo disse ter um plano preliminar de resolução, para providenciar cuidados adequados aos galgos. Um plano que inclui a cooperação com associações e entidades do interior da China e estrangeiras, com vista à disponibilização de espaço para instalar os animais. As condições estão em fase de negociação.

De acordo com estimativas deste ano, o canídromo terá cerca de 600 galgos.

Fátima Valente