Em destaque

18 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20602 patacas e 1.1314 dólares norte-americanos.

“Macau tem que se dar a conhecer”, diz Leonel Alves
Quinta, 10/05/2018
“Macau tem que se dar a conhecer” e “exibir as suas potencialidades”, conclui Leonel Alves, no final da visita oficial ao Camboja e à Tailândia. O advogado, que integrou a delegação do Chefe do Executivo, Chui Sai On, como membro do Conselho Executivo, faz um balanço positivo da viagem.

“É uma oportunidade de Macau se internacionalizar. Macau, como Região Administrativa Especial tem um grande concorrente – Hong Kong – que, efectivamente, no âmbito da política “Uma Faixa, Uma Rota”, já fez bastantes trabalhos preparatórios e Macau tem de acompanhar esse ritmo”, disse Leonel Alves.

O ex-deputado sublinha que “Macau insere-se numa região muito especial, tendo uma Lei Básica que permite usufruir de vantagens próprias, como livre de circulação e pessoas, (...) e que favorecem o desenvolvimento económico, também numa perspectiva de cooperação com os países asiáticos”.

Leonel Alves diz ainda que os encontros com os membros dos governos do Camboja e da Tailândia revelaram uma “receptividade muito grande”. O advogado defende ainda que “é importante este passo de internacionalização de Macau, integrado na política nacional”, que “irá trazer benefícios para todos nós”.

Marta Melo, na Tailândia