Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Projecto da Grande Baía motiva criação de serviço público
Quarta, 09/05/2018
O Governo vai criar um serviço público para garantir a participação de Macau nas grandes políticas económicas da China, como o projecto da Grande Baía Guangdong – Hong Kong – Macau. A informação foi avançada esta tarde, na Assembleia Legislativa, durante uma sessão de perguntas ao Governo.

A deputada Angela Leong defendeu a criação de uma direcção de serviços responsável exclusivamente pelas políticas de integração regional. Lau Pun Lap, coordenador do Gabinete de Estudos das Políticas, revelou total acordo: “Para que Macau possa desempenhar totalmente o seu papel, há necessidade de haver uma melhor coordenação ao nível dos serviços públicos locais. As informações sobre a entidade especial a ser criada vão ser divulgadas muito em breve. Entendemos que vai contribuir para impulsionar as actividades de desenvolvimento”.

Lau Pun Lap afirmou, no entanto, que o novo serviço não vai ser um “organismo independente” e fez referência aos trabalhos que estão já a ser feitos pela Direcção dos Serviços de Economia e pelo Instituto de Promoção do Comércio e Investimento.

Os deputados pediram acções de formação para jovens empresários interessados em abrir negócios ou em trabalhar com empresas da China.

Sem concretizar, Lau Pun Lap garantiu que há uma estratégia pensada para Macau e disse que “o planeamento relativo à Grande Baía vai ser divulgado muito em breve”.

Ainda em Abril, também durante um debate na Assembleia Legislativa, o Chefe do Executivo, Chui Sai On, apontou para a existência de vários estudos sobre os projectos económicos em Zhongshan e Jiangmen e o sistema de apoio a ser dado aos empresários locais.

Sónia Nunes