Em destaque

26 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.0301 patacas e 1.1139 dólares norte-americanos.

Prazo para manter imigrantes ilegais detidos será suspenso
Terça, 08/05/2018
O Secretário para a Segurança quer que o prazo máximo de 60 dias, de detenção de pessoas em situação ilegal, possa ser suspenso.

Wong Sio Chak alega que o prazo de dois meses é, em alguns casos, curto para confirmar a identidade dos detidos quando eles não colaboram e prestam informações falsas.

Evitar que os imigrantes ilegais sejam libertados ao fim de 60 dias e fiquem a circular em Macau com uma notificação é o objectivo. Tudo para, de acordo com o Secretário para a Segurança, evitar problemas à ordem social.

O secretário para a Segurança diz que a suspensão do prazo vai ser pedida aos tribunais. Dependendo da colaboração com as autoridades, os detidos podem permanecer na cela meses a fio.

Actualmente há 13 pessoas detidas por imigração ilegal. Nove homens e quatro mulheres. Mas há espaço para mais.
Wong Sio Chak diz que a Polícia de Segurança Pública (PSP) tem uma cela com 188 camas para o efeito.

Actualmente há 619 pessoas a circular em Macau com uma notificação depois de ter cumprido o prazo dos 60 dias em que podem estar detidos. Estão obrigadas a apresentarem-se regularmente à polícia sob pena de serem acusados de crimes de desobediencia.

Desde 2012 até Março deste ano houve 5253 casos de notificação e foram recambiadas 4634 pessoas para os países de origem. Os dados foram fornecidos hoje pelo Secretário para a Segurança, na apresentação do documento de consulta pública sobre o novo “Regime Jurídico dos Controlos de Migração e das Autorizações de Permanência e Residência”.

Fátima Valente