Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Secretário remete explicações sobre ETAR para DSPA
Sexta, 04/05/2018
O Secretário para os Transportes e Obras Públicas disse não ter informações para explicar a discrepância de dados sobre a real capacidade da Estação de Tratamento de Águas Residuais da Penínusula de Macau.

“Não sei. Depois perguntarei ao senhor director [da Direcção dos Serviços de Protecção Ambiental (DSPA). Já pedi aos serviços para disponibilizarem toda a informação possível no site da DSPA. Agora, vou dizer ao director da DSPA para resolver esta questão da incongruência”, afirmou Raimundo do Rosário.

“Reconheço uma coisa: a ETAR não tem capacidade para o esgoto que é produzido em Macau”, acrescentou.

Uma das avaliações externas, pedida pelo Governo, concluiu que a estação não consegue tratar 144 mil metros cúbicos de águas residuais por dia – ao contrário do que estava previsto no projecto de construção da ETAR, de 1995, e que serviu de base a contratos que se seguiram, como avançou a TDM - Rádio Macau.

De acordo com as Estatísticas do Ambiente, divulgadas em Abril, o volume de esgoto processado diariamente, em 2017, pela ETAR da Areia Preta foi 144 mil metros cúbicos.

O Secretário para os Transportes e Obras Públicas garante, no entanto, que as águas residuais recebem um tratamento básico antes de serem despejadas no rio.
“Não tratamos como deve ser tudo, mas fazemos um pré-tratamento de tudo. Isso é que é importante”, acrescentou.

Fátima Valente com Sónia Nunes