Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

António Mota: Ramos Horta paga por excesso de exposição
Segunda, 19/03/2012

 

O presidente da Associação de Amizadade Macau-Timor, António Mota, não se mostra surpreendido com os resultados das eleições presidenciais em Timor Leste. Os resultados finais ainda não são conhecidos, mas já é certo que o actual presidente José Ramos Horta falha a reeleição.

 

Em declarações à Rádio Macau, António Mota entende que o Chefe de Estado acaba por pagar o desgaste ocorrido pelos anos que leva no poder. “Se calhar foi demasiadamente exposto, como ministro dos Negócios Estrangeiros, primeiro-ministro e presidente. E não sei se, como presidente, ele soube respeitar a divisão de poderes”, comenta.

 

De acordo com os últimos resultados provisórios das eleições presidenciais, Ramos Horta estava na terceira posição, atrás de Francisco Guterres Lu Olo e Taur Matan Ruak, os dois candidatos que vão medir forças numa segunda volta marcada para Abril.

 

António Mota não hesita em afirmar que Francisco Lu Olo é o favorito: “Nós temos um regime semi-presidencial. Agora o mais importante são as eleições de Junho. Estou absolutamente certo de que a Fretilin regressará ao poder.”

 

Ainda em declarações à Rádio, o presidente da Associação de Amizadade Macau-Timor desvaloriza o acto eleitoral deste sábado e prevê que o país só vai mudar depois das eleições legislativas marcadas para o Verão.