Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Executivo estuda turismo sem barreiras arquitectónicas
Segunda, 30/04/2018
O Governo vai receber no próximo ano os resultados de um estudo (o primeiro) sobre as condições de acesso a pontos turísticos, hotéis, restaurantes e espaços de eventos. O levantamento está a ser feito pelo Conselho para o Desenvolvimento Turístico, com os primeiros dados a indicaram que está quase tudo por fazer para haver turismo sem barreiras em Macau.

“A primeira conclusão é que é preciso melhorar os actuais equipamentos, temos também de melhorar os transportes com instalações sem barreiras e criar melhores condições para estabelecer um bom ambiente geral”, resume Wong Mei Cheng, secretária geral do CDT, que apresentou hoje os resultados da “primeira fase” do estudo aos membros do Conselho de Reabilitação.

O Instituto de Acção Social apresentou já, no final do ano passado, instruções para os serviços públicos nesta área. O objectivo é garantir que todas as instalações públicas são de fácil acesso para pessoas com mobilidade reduzida, apesar de as normas não serem obrigatórias.

Sónia Nunes