Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

39 clínicas excluídas do programa de vales de saúde
Quinta, 26/04/2018
Os Serviços de Saúde indicaram que há 39 clínicas excluídas do programa de vales de saúde por suspeitas de irregularidades. Segundo Leong Pui San, responsável da Unidade Técnica de Licenciamento das Actividades e Profissões Privadas de Prestação de Cuidados de Saúde (UTLAP), essas entidades “já não podem aderir mais a este programa”.

“Temos de ver as provas, porque se já aconselhámos várias vezes ou fizemos advertências e continuam com os seus actos, são apenas consideradas irregularidades e não infracção. Alguns casos que têm a ver a casos com penal o caso passa pelo Ministério Público”, explicou que Leong Pui San, acrescentando que o UTLAP vai depois decidir se “se trata de um caso grave ou não ou se no fim cabe uma suspensão temporária ou definitiva”.

Em Março, os Serviços de Saúde informaram que tinham sido detectadas violações graves no uso de vales de saúde nas policlínicas, enumerando situações de “datas de impressão anteriores à data de consulta; processos clínicos com dados incompletos aquando da altura da consulta; número de pacientes irracionais de acordo como número de vales de saúde recebidos e até policlínicas que tinham sido encerradas por violação emitiram novas inscrições, etc”.

Na altura, os Serviços de Saúde diziam que não iam aceitar o pedido de acesso apresentados pelos estabelecimentos de prestação de cuidados de saúde e que só iam ser aceites colaborações com profissionais de saúde.

Marta Melo