Em destaque

14 de Dezembro 2018: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1727 patacas e 1.1365 dólares norte-americanos.

Número de fracções transaccionadas em Março cai para metade
Segunda, 16/04/2018
Em Março foram transaccionadas 567 fracções a um preço médio por metro quadrado de 99.543 patacas, segundo os Serviços de Finanças.

Comparando com o mesmo mês do ano passado, houve uma queda de cerca de 49 por cento do número de fracções transaccionadas. O valor registado em Março é também mais baixo em mais de metade do que os valores registados nos primeiros dois meses do ano. Em Janeiro tinham sido mais de 1900 as fracções transaccionadas. Em Fevereiro foram 1200.

O preço médio do metro quadrado em Março teve uma ligeira subida de 7.700 patacas face ao mesmo mês do ano passado.
Coloane continua a apresentar os preços mais elevados (134.755 patacas). Na Taipa o metro quadrado custava em média 94.823 patacas. Na Península o valor sobe para 96.986 patacas.

De resto, a Península de Macau continua a ser onde mais fracções foram vendidas (441). Na Taipa foram 86 e em Coloane 40.

Do total de fracções transaccionadas, 469 foram adquiridas por residentes que à data da aquisição não possuía qualquer imóvel destinado à habitação. Os Serviços de Finanças indicam que 74 fracções foram compradas por pessoas que já tinham um imóvel e 14 por quem já tinha mais do que uma casa.

Recorde-se que em meados de Fevereiro entraram em vigor três novas medidas do Governo para o sector imobiliário. Entre eles constam o imposto de selo adicional para quem adquira uma segunda ou terceira habitação.

Marta Melo