Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Neto Valente critica excesso de patriotismo e policiamento
Sexta, 13/04/2018
Jorge Neto Valente voltou a criticar as alterações previstas na proposta de revisão da Lei de Bases de Organização Judiciária e afastar a necessidade de se rever os grandes códigos.

O presidente da Associação dos Advogados de Macau considera que há liberdades, consagradas na Lei Básica, que estão a ser comprometidas.

“Estamos a ficar um estado policial. Estamos a ficar uma região mais policiada que nos estados autoritários. Isto não faz sentido nenhum. Estamos a estragar as liberdades que há em Macau e que foram prometidas e consagradas na Lei Básica. Estamos a copiar as asneiras que vêm de fora e nomeadamente soluções que fazem sentido no Interior do país e que não fazem sentido em Macau”, afirma em declarações à TDM-Rádio Macau.

O advogado aponta ainda o dedo ao que classifica de excesso de patriotismo: “Estamos rodeados de patriotas por todos os lados. Pessoas inúteis. Pessoas que não têm conhecimento. Ignorantes. Pessoas que só pensam no patriotismo. O patriotismo não é critério de competência. Há pessoas que são patriotas e são competentes e há pessoas que são patriotas mas são incompetentes. Nós não temos de seguir a opinião dos fanáticos, alguns que querem mostrar serviço de 'engraxadoria'. Não temos de ligar a isso só em nome do patriotismo. Está errado.”

Gilberto Lopes