Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Hato: Deputados pedem medidas antes de época de tufões
Terça, 03/04/2018
Dias depois de conhecido o relatório sobre os danos causados pelo tufão Hato, os deputados Ng Kuok Cheong e Agnes Lam querem medidas do Governo para evitar uma nova calamidade como a do tufão Hato em Agosto do ano passado.

“A meu ver, os residentes têm o direito de saber quando é que Macau terá instalações apropriadas para se defender das inundações e, enquanto aquelas não são suficientes, de que medidas o Governo dispõe para fazer face às inundações”, afirmou Ng Kuouk Cheong numa intervenção no período antes da ordem do dia na Assembleia Legislativa.

Ng Kuok Cheong salientou que após a revisão da situação pós-catástrofe do tufão Hato “deve haver planos concretizáveis num determinado prazo para resolver, pela raíz, as catástrofes eólicas e marés altas que atinjam um nível semelhante”.

Nesse sentido, apontou que o Governo deve divulgar “o quanto antes” o plano da construção do dique já anunciado. “E, se não for possível a sua conclusão antes da época de tufões deste ano, o Governo pode adiantar, publicamente, quais são os planos de prevenção disponíveis” para fazer face a situações da gravidade do Hato.

Para Ng Kuok Cheong, “após a revisão e a análise da situação, o Governo deve agora divulgar as suas conclusões quanto à responsabilização dos governantes”.

Já Agnes Lam recordou que o relatório sobre o Hato divulgado em língua chinesa na semana passada propõe o aperfeiçoamento da rede elétrica e das instalações do fornecimento de electricidade antes da chegada das marés altas.

Mas a deputada exigiu ao Governo mais medidas de resposta a catástrofes e pediu para as divulgar antes da nova época de tufões.

Agnes Lam pediu também a divulgação, atempada das informações das empreitadas de infra-estruturas de prevenção de calamidades, incluindo o seu custo, prazo e andamento, e custos das obras. Isto para “dar resposta activa ao publico, para a sociedade conseguir fiscalizar e discutir o assunto”.

O deputado Si Ka Lon também referiu o tufão Hato, mas a título de exemplo, quando defendia a racionalização do sistema administrativo e a elevação da capacidade de governação.

Fátima Valente