Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Sam Hou Fai defende cooperação para combater o cibercrime
Segunda, 26/03/2018
O presidente do Tribunal de Última Instância (TUI), Sam Hou Fai, acredita que o cibercrime é uma questão internacional e não conhece fronteiras. Sam Hou Fai representou Macau na Conferência dos Presidentes dos Supremos Tribunais da China e dos Países de Língua Portuguesa, em Cantão, e defendeu cooperação entre as diferentes jurisdições para combater os crimes cibernéticos.

De acordo com a Ou Mun Tin Toi, Sam Hou Fai refere que os actores do cibercrime são, muitas vezes, “oriundos de diferentes regiões”, por isso, o presidente do TUI acredita que é importante “estabelecer tratados internacionais para combater, de forma eficaz, este tipo de crimes”.

O representante de Macau alertou que o crime cibernético é “uma realidade actual”.

A primeira Conferência dos Presidentes dos Supremos Tribunais da China e dos Países de Língua Portuguesa tem como tema “Desafio e Transcendência – Justiça na Época da Internet”. O evento conta com representantes de Macau, China, Portugal, Brasil, Guiné-Bissau, Cabo Verde, Moçambique, Angola, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Recordamos que a Lei da Cibersegurança está em estudo em Macau. Teve lugar uma consulta pública entre Dezembro e Janeiro.

TDM - Rádio Macau