Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Jorge Oliveira:É importante Macau respeitar direitos humanos
Quarta, 21/03/2018
Jorge Oliveira, antigo líder do gabinete para os Assuntos de Direito Internacional em Macau, defende que o importante para Portugal é que Macau “seja uma terra de respeito dos direitos fundamentais, mesmo que seja uma terra onde não haja democracia plena”.

Três escritores foram este mês retirados do Festival Literário Rota das Letras por não terem entrada garantida em Macau.

Para o também ex-secretário de Estado do governo português, o que acontece em Macau desperta pouco interesse na sociedade portuguesa, mas tanto o Governo como a Assembleia da Republica mostram mais atenção do que a opinião pública exige.

Jorge Oliveira diz que o Reino Unido tem uma posição mais dura em relação à China do que Portugal porque há mais vozes críticas na antiga colónia britânica do que em Macau.

“Não vi grandes manifestações em Macau que merecessem, por parte da opinião publica portuguesa e por parte das autoridades portuguesas, necessidade de reagir. Macau também não tem organizações não governamentais com o grau de dinamismo que Hong Kong tem”, afirma.

“Provavelmente tudo isso influi. Os governos reagem em função da forma como a sociedade civil lhe faz chegar os problemas. Se calhar a sociedade civil de Hong Kong fazem chegar os problemas com uma acutilância muito maior do que aquilo que chega de Macau em relação a Portugal”, conclui.

Fátima Valente com Gilberto Lopes