Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Terceiro julgamento de Ao Man Long começa a 16 de Abril
Terça, 13/03/2012

Já está marcado o terceiro julgamento de Ao Man Long. A Rádio Macau sabe que o ex-secretário para os Transportes e Obras Públicas volta ao Tribunal de Última Instância a 16 de Abril.

 

O homem que esteve no centro do maior escândalo da história recente de Macau está na prisão desde o final de 2006 e, embora se soubesse que seria julgado uma terceira vez, o processo caiu no esquecimento da opinião pública.

 

Para já, sabe-se pouco sobre o que será este terceiro processo de Ao Man Long. Em Outubro de 2009, numa nota enviada à imprensa, o Comissariado contra a Corrupção (CCAC) explicou que ao Ministério Público já tinham chegado quatro processos ligados ao antigo secretário para os Transportes e Obras Públicas. O CCAC adiantou na altura que estes processos envolviam vários empresários, Ao Man Long e familiares do ex-governante.

 

Em jeito de explicação, o CCAC dizia ainda que a terceira fase de inquérito envolveu procedimentos complexos no estudo de documentação, peritagens e análise do destino do dinheiro ilícito, o que leva a presumir que Ao Man Long vai ser de novo julgado por branqueamento de capitais.

 

Recorde-se que o ex-elemento da equipa de Edmund Ho foi detido e 5 Dezembro de 2006, por 81 crimes de corrupção passiva e branqueamento de capitais. Foi condenado em Janeiro de 2008 a 27 anos de prisão efectiva e, em Abril de 2009, a sentença foi aumentada para um total de 28 anos e meio.

 

Ao Man Long poderá ser condenado ainda a mais um ano e meio de prisão. A pena máxima em Macau é de 30 anos, em cúmulo jurídico.