Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Taxa de partos para domésticas vai aumentar para o triplo
Quinta, 15/03/2018
O Governo vai propor um aumento das taxas de parto menor que o anunciado para as trabalhadoras não residentes que sejam empregadas domésticas: três vezes mais caro em vez de nove vezes.

A garantia foi dada pelo secretário para os Assuntos Sociais e Cultura na reunião com a união dos trabalhadores migrantes indonésios.

No fim do encontro, Yasa Wariyanti, membro da associação, disse que a proposta é uma boa notícia.

“O senhor Alexis Tam disse que o aumento não é para nós. Para nós, trabalhadores migrantes, vai haver uma proposta diferente. Nós também vamos ter um aumento, mas não vai ser tão alto como aquele que vão ter os turistas. Eu acho que é um pouco melhor para nós, porque o aumento não é tão alto como foi dito anteriormente, apenas três vezes mais. Isto é uma boa notícia. O Governo olhou para a nossa condição e não vai aumentar tanto”, disse Yasa
Wariyanti aos jornalistas, no final da reunião.

O novo aumento prevê que, para as trabalhadoras não residentes que sejam empregadas domésticas, o parto natural custe 2920 patacas e 5850 para a cesariana. A associação diz que “são preços mais razoáveis”.

João Picanço