Em destaque

26 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.0301 patacas e 1.1139 dólares norte-americanos.

Mok Ian Ian: “Macau é uma cidade livre e aberta”
Terça, 06/03/2018
A presidente do Instituto Cultural de Macau, Mok Ian Ian, disse hoje estar “convicta que Macau é uma cidade livre, segura e aberta”, em reacção às perguntas de jornalistas sobre o cancelamento da participação de três escritores no Festival Literário de Macau.

A organização do Rota das Letras disse ontem que foi informada “oficiosamente” de que não estava garantida a entrada no território dos autores em causa, James Church, Suki Kim e Jung Chang, que assinou uma biografia polémica de Mao Tse-tung.

Mok Ian Ian disse que soube do caso ontem pelas notícias e que não tem “muitas informações detalhadas”.

De acordo com a responsável, o Instituto Cultural tem a política de apoiar todos os eventos de associações, em termos financeiros e cedendo espaços, sem olhar à lista de convidados: “Eu também já participei [no Festival Literário de Macau], que se realiza há vários anos e tem qualidade e a sua marca. [Isto que aconteceu] é um acaso.

No financiamento prestado pelo Instituto Cultural nunca fazemos uma apreciação quanto ao conteúdo ou às pessoas convidadas. Apoiamos sempre as associações de Macau que organizam actividades artísticas em Macau”.

As declarações de Mok Ian Ian foram feitas à margem da apresentação do programa do 29º Festival de Artes de Macau, que decorre de 27 de Abril a 31 de Maio.

Hugo Pinto