Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

IAS diz que situação de vida dos idosos melhorou
Quarta, 28/02/2018
A situação de vida dos idosos de Macau está melhor, de acordo com o Chefe do Departamento de Solidariedade Social, do Instituto de Acção Social. Na primeira sessão plenária da Comissão para os Assuntos do Cidadão Sénior em 2018, Choi Sio Un saudou as iniciativas do Governo para os mais velhos.

Como base para o balanço positivo estão as 217 medidas já realizadas que constam do Plano Decenal de Acção para os Serviços de Apoio a Idosos, para o período 2016-2025. Do total de iniciativas, 204 foram as medidas de curto prazo e 13 de médio prazo concluídas antes do previsto. Ficam a faltar 128 medidas de médio prazo que se encontram em fase de desenvolvimento.

Choi Sio Un dá alguns exemplos das medidas já implementadas: “Foram criados centros de actividades para os idosos, para eles conviverem e também poderem ajudar com trabalho comunitário. A vida dos idosos em Macau está melhor”.

A criação do centro de avaliação e tratamento de demência do território mereceu também apontamento positivo da comissão. “Em 2016, cerca de 500 idosos foram avaliados. Em 2017, o número já subiu para 1400 pessoas a receberem avaliação. É um trabalho que merece o apoio da sociedade”, disse Choi Sio Un.

O chefe de departamento também foi questionado sobre a atribuição de subsídios aos cuidadores de idosos. Choi Sio Un disse que “é uma das medidas que constam do plano decenal, como medida a médio prazo”. O Governo de Macau está a tomar como referência Hong Kong nesta matéria, mas ainda não existem dados concretos.

Ainda na mesma reunião foi feito o balanço do serviço de alojamento residencial temporário para idosos, que arrancou em meados de 2017. De acordo com o chefe de departamento, o serviço atraiu 28 pedidos no ano passado. Do total, 13 receberam já o serviço e três foram aprovados, estando ainda à espera de receber. Para além disso, há um candidato à espera de aprovação, oito desistiram do processo e três foram excluídos.

João Picanço