Em destaque

19 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.16 patacas e 1.12 dólares norte-americanos.

Rodolfo Ávila acha "injusto" não receber subsídios do ID
Quarta, 21/02/2018
Em declarações à TDM – Rádio Macau, Rodolfo Ávila lamentou que os pilotos do território mais bem-sucedidos no estrangeiro estejam impedidos de concorrer aos subsídios do Instituto do Desporto (ID) para este ano.

O facto de Rodolfo Ávila, André Couto e Leong Hon Chio não terem participado na última edição do Grande Prémio de Macau impede-os de receber os apoios da Fundação Macau. O Instituto tornou o acesso aos subsídios mais simples este ano, mas ainda assim deixa de fora aqueles que são, teoricamente, os mais talentosos corredores de Macau.

Até aqui, era necessário aos candidatos terem participado no Grande Prémio de Macau e, desde 2013, terem terminado as corridas em que entraram.

De acordo com a edição do jornal Hoje Macau desta quarta-feira, a partir de agora apenas é necessário aos pilotos terem marcado presença no Grande Prémio de 2017. Só com esta decisão, os potenciais beneficiários passaram de 20 a 37, de acordo com a mesma fonte. Uma medida que Rodolfo Ávila aplaude, mas ao mesmo tempo lamenta que ainda não seja suficiente para que os mais representativos pilotos do território possam receber o tão importante subsídio.

“Macau sempre teve esse problema desde que foram criados os subsídios. Nunca quiseram separar os pilotos profissionais dos amadores. Desde aí que a visão do ID era ser igual para toda a gente. Por um lado não é mau, mas esquecem-se que alguns pilotos correm em campeonatos onde os custos são muito mais altos”, disse Rodolfo Ávila.

Rodolfo Ávila diz que as constantes limitações prejudicam os talentos de Macau, que têm de pagar quantias avultadas para participarem em provas de renome internacional: “É algo injusto nós, pilotos de Macau, não recebermos o subsídio se não participarmos no Grande Prémio do ano anterior. Mas espero que no futuro a lei mude e nos permita receber esse apoio”.

João Picanço