Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

DICJ investiga caso Okada vs. Wynn, revela Bloomberg
Quinta, 08/03/2012

A Direcção de Inspecção e Coordenação de Jogos (DICJ) deu início a uma investigação sobre o caso que opõe o empresário japonês Okada à concessionária de jogo Wynn. A notícia é avançada pela agência de notícias Bloomberg, que publica a resposta enviada pela DICJ.

 

Na nota, os serviços dirigidos por Manuel das Neves explicam que não podem divulgar mais detalhes, já que os procedimentos estão sujeitos a confidencialidade. Ainda assim, a DICJ frisa que Okada é um accionista indirecto da Wynn Macau, que detém a licença de casino na RAEM, e foi já removido de todas as funções no grupo Wynn.

 

A DICJ informa ainda que uma decisão final sobre o caso vai ser tomada depois de concluída a investigação a todas as informações relevantes, de acordo com a legislação em vigor em Macau.

 

Recorde-se que Manuel das Neves já tinha afirmado, em declarações ao Jornal Ponto Final, que a DICJ tinha pedido "mais dados à Wynn Macau" e iria "analisar o que era preciso fazer em termos legais".