Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

CCPPC: Cheong U, O Lam e Vong Hin Fai nas estreias de Macau
Quinta, 25/01/2018
Há seis novos representantes de Macau na Conferência Consultiva Política do Povo Chinês, o principal órgão de consulta no regime da República Popular da China. A lista foi divulgada ontem à noite, no final de uma reunião de quatro dias.

Na lista de 29 membros, com mandato de cinco anos, domina a elite de empresários com ligações ao sector imobiliário e algumas das principais figuras políticas de Macau.

Entre as estreias, são todos do aparelho político: Cheong U, anterior secretário para os Assuntos Sociais e Cultura; Leong Lai, directora dos Serviços de Educação e Juventude; Wu Zhiliang, presidente da Fundação Macau; a chefe do Gabinete do Chefe do Executivo, O Lam; e ainda os deputados Ho Ion Sang e Vong Hin Fai.

Do lado das saídas, deixam de fazer parte da CCPPC o empresário Ng Lap Seng, detido por corrupção nos Estados Unidos, Or Wai Sheun, presidente da promotora de imobiliário Polytec, e também Ng Siu Lai, deputada de Macau à Assembleia Popular Nacional e presidente da União Geral das Associações de Moradores.

Aos 76 anos, sai também e ex-presidente presidente da Assembleia Legislativa, Susana Chou, que fazia ainda parte do Comité Permanente da conferência consultiva – tal como o empresário e presidente do Centro de Produtividade e Transferência de Tecnologia de Macau, Eric Yeung, igualmente de saída.

Há mais uma baixa de relevo: Ambrose So, administrador da Sociedade de Jogos de Macau.

Já o presidente da Associação Comercial de Macau, Alexandre Ma, mantém-se como membro do Comité Permanente da CCPPC.

O antigo Chefe do Executivo, Edmund Ho, continua como vice-presidente.

Os restantes representantes de Macau no órgão que tem a função de consulta e debate de questões políticas, económicas, culturais e sociais, antes da tomada de decisões sobre questões nacionais e locais, são empresários, políticos e antigos deputados.

Alguns exemplos: Leonel Aves, a figura a comunidade portuguesa de Macau com mais destaque em Pequim. Além do advogado, há mais três membros do Conselho Executivo que renovam o mandato na CCPPC. A saber: Eddie Wong, arquitecto e dirigente da Cruz Vermelha; e os empresários Liu Chak Wan e Chan Meng Kam.

Ainda do sector do jogo, renova o mandato Lawrence Ho, filho de Stanley Ho e presidente da Melco.

Ung Pui Kun, director Hospital Kiang Wu, é também reconduzido por mais cinco anos, tal como Chui Sai Cheong, vice-presidente da Assembleia Legislativa e empresário, e a deputada Chan Ho, da Associação de Educação.

Os empresários David Chow, Tina Ho e Sio Tak Hong também continuam, tal como Chong Sio Kin, da Associação Geral do Sector Imobiliário.

Ainda nas renovações, referência para Leong Sio Pui, presidente da Associação de Escoteiros de Macau e da campanha de Chui Sai On, e para Fu Tiesheng, do Gabinete de Ligação.

Sónia Nunes e Tomas Chio