Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Autocarros: Menos acidentes da responsabilidade de motorista
Quinta, 18/01/2018
Entre Janeiro e Novembro de 2017, registaram-se 1709 acidentes envolvendo autocarros, segundo os dados da Direcção dos Serviços para os Assuntos de Tráfego (DSAT) avançados à TDM-Rádio Macau.

Do total de acidentes, “778 foram da responsabilidade dos condutores”, indica a DSAT, acrescentando que “face ao ano anterior, estes números representam uma diminuição do número de acidentes em 8,3 por cento”.

A Nova Era é a companhia que contabiliza mais acidentes, sendo também a operadora que mais carreiras explorava em finais de Setembro. Eram 33 no total.

Segundo a DSAT, “as três principais causas dos acidentes por culpa dos motoristas foram: incorrecta mudança de faixa de rodagem, curta distância de segurança entre veículos e deficiente travagem, causando embate em pessoas, veículos e/ou objectos”.

Até Novembro, “não existiu qualquer registo de mortos”, porém, registaram-se 409 feridos, indicam os mesmos serviços.

Nos primeiros meses de 2017, segundo a DSAT, foram recebidas “1709 queixas relativas ao serviço de autocarros; em 2016 registaram-se 2002 casos, ou seja, uma queda de 313”.

Entre as queixas, “19,72 por cento dizem respeito às alterações dos itinerários dos autocarros” e “11,17 por cento à frequência das partidas”. A localização das paragens representa 10,47 por cento das queixas e 10,42 por cento dizem respeito à recusa de paragem por parte do condutor. Há ainda a registar 7,67 por cento de queixas devido à atitude do condutor.

Em 2017, foram registados 210 milhões de passageiros de autocarros.

Marta Melo