Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Duas pessoas em coma por suspeita de inalação de gás tóxico
Quarta, 07/03/2012

Quatro pessoas foram levadas ontem para o Centro Hospitalar Conde de São Januário por inalação de gases. Ao final do dia de ontem, duas mulheres permaneciam ainda em coma, em estado crítico, enquanto o genro de uma delas já tinha já tido alta. A quarta vítima, uma criança, estava em observação no hospital, mas em estado considerado normal.

 

De acordo com uma nota dos Serviços de Saúde, a inalação de gases terá ocorrido num apartamento na Estrada Marginal da Areia Preta, quando os três adultos entraram na cozinha, depois de terem sentido um cheiro forte na casa.

 

As autoridades suspeitam que se trata de um caso de intoxicação por sulfeto de hidrogénio, uma substância que se encontra no petróleo bruto, em gases naturais, vulcânicos e termas. No entanto, as causas do incidente estão ainda a ser investigadas.

 

Segundo os Serviços de Saúde, quando o sulfeto de hidrogénio se apresenta num elevado nível de concentração, pode provocar “a entrada em coma, a paragem de respiração e mesmo a morte, num prazo muito curto”.

 

Para prevenir casos de inalação de gases, o organismo dirigido por Lei Chin Ion recomenda uma boa ventilação das zonas onde existe uma grande concentração de gases. Em caso de detecção de eventuais gases tóxicos em casa, os Serviços de Saúde aconselham as pessoas a saírem de imediato do apartamento e a chamarem os bombeiros.