Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Governo garante continuidade do plano inicial para o metro
Sexta, 05/01/2018
O Governo não vai abandonar qualquer das linhas previstas para o metro ligeiro. Importante é definir as prioridades. O secretário para os Transportes e Obras Públicas disse hoje na Assembleia Legislativa que a ordem para a construção das linhas foi definida por uma questão técnica e de necessidade.

“Posso garantir que o Governo não vai abandonar qualquer uma das linhas do metro previstas. Precisamos é de estudar e saber quais as prioridades, mas o plano é para manter”, garantiu Raimundo do Rosário.

A primeira linha será a da Taipa, seguindo-se a Barra, Seac Pai Van e a quarta vai ser a linha leste. Raimundo do Rosário diz que estas opções são melhores do que a linha Barra até ao Porto Interior.

O secretário foi questionado também sobre o recrutamento. Raimundo do Rosário disse que a contratação dos futuros trabalhadores do metro “depende da empresa concessionária” que vai explorar a rede. A empresa vai ser criada ainda este ano, afirmou o secretário. 2019 é a data apontada para o início de funcionamento da linha da Taipa.

João Picanço