Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

IAS espera avançar em 2018 com subsídio para cuidadores
Quarta, 29/11/2017


O Governo espera avançar no próximo ano com a criação de um subsídio para cuidadores. A ideia é apoiar as famílias que tratem em casa pessoas em condições mais vulneráveis, como idosos ou crianças com necessidades educativas especiais.



 



A presidente do Instituto de Acção Social, Vong Yim Mui, explicou hoje aos jornalistas que os planos do Governo a dez anos para as áreas da reabilitação e dos serviços de apoio a idosos já contemplam a hipótese de se avançar com subsídios deste género. Agora, esclarece, o Governo pondera avançar no próximo ano com um único subsídio geral para cuidadores, mediante determinados critérios.



 



“Esperamos que estas medidas possam ajudar realmente as famílias ou os cuidadores das pessoas necessitadas”, afirmou Vong Yim Mi, acrescentando que o montante do subsídio está ainda a ser estudado, tendo em conta a experiência de outros territórios e a realidade local. “Esperamos poder acelerar o processo”, sublinhou.



 



A presidente do IAS lembrou ainda que, no início do próximo ano, o IAS deverá lançar uma nova medida de apoio à aquisição de equipamentos que possam ajudar os indivíduos portadores de deficiência.



 



Vong Yim Mui falava esta manhã aos jornalistas depois de ter participado no programa Fórum Macau da Ou Mun Tin Toi, o canal em língua chinesa da Rádio Macau.



 



O vice-presidente do Instituto de Acção Social, Au Chi Keung, também falou à imprensa depois do programa. O responsável vai aposentar-se no final do ano e dedicar-se ao voluntariado. Em jeito de balanço, Au Chi Keung admitiu que o desenvolvimento da área da assistência social em Macau em sido mais “lento” do que noutros territórios, como Taiwan, mas salientou a dedicação dos assistentes sociais de Macau.



 



Sofia Jesus