Em destaque

22 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Taivex Malo já tinha sido advertido sobre serviços prestados
Sábado, 25/11/2017

O Hospital de Dia Taivex Malo já tinha recebido, no ano passado, indicação para melhorar os serviços prestados, segundo o director dos Serviços de Saúde, Lei Chin Ion.  “De facto a partir de 2016, recebemos a denúncia e, de acordo com os procedimentos, foram detectados alguns problemas durante a fiscalização de rotina. No início, foi dado tempo para [serem realizadas] melhorias. Mas não houve melhorias mesmo depois de várias advertências”, indicou.

 

A Taivex Malo está encerrada por seis meses. É suspeita da prática ilegal de procriação medicamente assistida, tráfico e contrabando de medicamentos de oncologia e falta de condições de higiene e segurança  para a prestação de cuidados de saúde. Tem agora seis meses para regularizar a situação. Caso contrário a licença pode ser cancelada.

 

Segundo Lei Chin Ion só mais recentemente foram detectadas irregularidades relativas aos serviços de procriação medicamente assistida e com os medicamentos oncológicos.

 

“Há dois meses foram feitas duas investigações. Na primeira vez, a investigação concentrou-se nas técnicas de procriação medicamente assistida. E várias lojas foram detectadas com estas técnicas. No Taivex Malo não foi detectado esse equipamento ou instalações. Duas semanas depois concentrámos as investigações nos medicamentos oncológicos. Só nessa investigação foram detectadas instalações e equipamentos de procriação medicamente assistida” explicou Lei Chin Ion.

 

Este ano, foram definidas regras sobre os tratamentos de procriação medicamente assistida em Macau. Entre os requisitos está a necessidade de existirem unidades de urgência, de obstetrícia e de cuidados intensivos neonatais.

 

Os Serviços de Saúde investigam, nesta altura, três casos suspeitos de procriação medicamente assistida que estão a ser investigados. O único caso de suspensão refere-se à cliníca Taivex Malo.

 

Os Serviços de Saúde só têm em mãos o pedido do Hospital Kiang Wu. Em Dezembro, segundo o director destes serviços, será efectuada uma “vistoria ao local”.

 

Lei Chin Ion indicou que, no próximo mês, vai decorrer uma consulta pública sobre o diploma de procriação medicamente assistida.

 

O director dos Serviços de Saúde esteve, esta tarde, no centro da cidade, a participar em uma acção de divulgação das novas regras do controlo do tabagismo, que entram em vigor a 1 de Janeiro.

 

Marta Melo