Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

DSEJ quer fim das reprovações nos primeiros 4 anos em 2020
Quinta, 23/11/2017

A Direcção dos Serviços de Educação e Juventude (DSEJ) espera apresentar no início do próximo ano as novas regras para o sistema de avaliação de alunos, com vista a que o novo regime entre em vigor em 2020. Isso mesmo adiantou hoje o subdirector da DSEJ Lou Pak Sang, que indica que uma das ideias é acabar com as retenções nos primeiros quatro anos do ensino primário.

 

“A proposta é esta: do primeiro ao quarto ano do ensino primário não há retenção de ano. Do quinto ao sexto ano, a retenção pode ser de quatro por cento”, afirmou Lou Pak Sang, em declarações aos jornalistas, depois de ter participado no programa Fórum Macau, da Ou Mun Tin Toi.

 

O relatório final da consulta pública sobre o sistema de avaliação do desempenho dos alunos da educação regular foi divulgado em Junho. O novo regime vai ser definido através de um regulamento administrativo.

 

Lou Pak Sang explica que um dos objectivos é incentivar as escolas a diversificarem os métodos de avaliação dos alunos, para além dos resultados dos testes escritos. O responsável afirma que a “a DSEJ tem vindo a adoptar várias medidas para o sucesso da aprendizagem dos alunos”, incluindo a prestação de “apoio extra nas disciplinas em que [os estudantes] não conseguem ter positiva”.

 

“Com este documento, pretendemos continuar a baixar a taxa de retenção de ano. Tentamos estimular o interesse dos alunos na aprendizagem e não usar a retenção como uma forma para eles aprenderem mais”, sublinhou o subdirector.

 

Dados revelados hoje por Lou Pak Sang indicam que, desde a época da transição de soberania, a taxa de retenção de ano caiu de 7,3 por cento para 2,2 por cento no ensino primário. No secundário geral, a taxa de retenção desceu de 16,7 por cento para 3,7 por cento. Já no secundário complementar, a taxa caiu de 8,3 por cento para 3,5 por cento.

 

Sofia Jesus