Em destaque

19 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.16 patacas e 1.12 dólares norte-americanos.

Wong Kit Cheng: dinheiro não chega para promover natalidade
Segunda, 20/11/2017

A deputada Wong Kit Cheng defendeu hoje que o aumento do subsídio de nascimento para 5.000 patacas, anunciado na semana passada pelo Chefe do Executivo, pode dar resposta às necessidade de alguns pais, mas não chega para incentivar os residentes a terem filhos. Em vez disso, a deputada pede uma política de promoção da natalidade a longo prazo, que envolva uma conjugação de medidas nas áreas da “economia, saúde, cuidados domiciliários e creches”.

 

A deputada sugeriu que, além do aumento do valor do subsídio de nascimento, o Governo deve “estudar o aumento do limite de isenção de impostos para os pais”, bem como implementar, “o quanto antes”, uma política que permita aos pais equilibrarem o trabalho e a família. A atribuição de “cinco dias de licença de paternidade remunerada”, o aumento da duração da licença de maternidade e a subida da “percentagem das vagas nas creches a tempo inteiro” – com uma actualização assente nos nascimentos – foram outras das medidas propostas pela deputada eleita por via directa.

 

Wong Kit Cheng chamou ainda a atenção para os problemas enfrentados pelas famílias em que ambos os progenitores trabalham por turnos, e defendeu também o aperfeiçoamento do regime de regulação e importação de empregadas domésticas.

 

Na apresentação das Linhas de Acção Governativa para 2018, Fernando Chui Sai On anunciou um aumento do subsídio de nascimento, por progenitor, para 5.000 patacas. Actualmente o subsídio concedido pelo Fundo de Segurança Social está fixado em 1.957 patacas.

 

Sofia Jesus