Em destaque

22 de Março 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.2311 patacas e 1.1378 dólares norte-americanos.

Director da PJ: Investigador condenado foi "caso exemplar"
Sexta, 10/11/2017

Um caso exemplar que deve fazer reflectir todos os agentes da autoridade de Macau. É assim que o director da Polícia Judiciária comenta a decisão do Tribunal de Última Instância que confirmou a condenação de um  investigador principal da PJ que participou num esquema de burla em conjunto com a namorada.

 

Numa decisão conhecida ontem, o Tui rejeitou o recurso apresentado pelo agente confirmando assim a decisão do Secretário para a Segurança de expulsar o investigador da Polícia Judiciária.

 

Para o director da PJ, Chau Wai Kuong, "o caso é exemplo da política de tolerância zero em relação às infracções de agentes".

 

Em declarações aos jornalistas, à margem do programa Fórum Macau da Ou Mun Tin Toi, Chau Wai Kuong anunciou também que se vai aposentar no mês de Dezembro depois de quatro décadas de serviço na Polícia Judiciária.

 

"Eu estou há 41 anos na PJ. Adoro o meu trabalho e de servir o público, mas para tudo há um início e um fim. Está na hora de eu sair", disse o director.

 

Chau Wai Kuong foi nomeado director da PJ  depois de Wong Sio Chak assumido o lugar o Secretário para a Segurança, em 2014. O ainda director da PJ remete a escolha do seu sucessor para as mãos de Wong Sio Chak.

 

André Jegundo