Em destaque

20 de Março 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.2173 patacas e 1.1350 dólares norte-americanos.

Hino: Mak Soi Kun defende “regulamentação de comportamentos”
Segunda, 06/11/2017

O deputado Mak Soi Kun concorda com a decisão do Governo de avançar com legislação local para garantir a aplicação em Macau da lei do hino nacional.

 

A intenção de avançar com uma lei própria foi manifestada no sábado pela secretária para a Administração e Justiça, Sonia Chan, depois de a Assembleia Popular Nacional ter aprovado a inclusão da lei do hino da República Popular da China no Anexo III da Lei Básica de Macau e de Hong Kong.

 

“Proponho ao Governo que, para além de envidar esforços para se articular com o Estado, ao nível da revisão da lei do hino nacional, reforce a educação cívica, no âmbito da divulgação e sensibilização sobre a execução do hino nacional, regulamentando os comportamentos durante a sua execução”, afirmou Mak Soi Kun, no período de intervenções antes da ordem do dia na Assembleia Legislativa. “Depois da respectiva legislação, como se vai fiscalizar, efectivamente, a sua execução, é algo muito relevante”, frisou.

 

Mak Soi Kun indicou ainda que há eventos em que “muitos participantes” estão “só atentos aos seus telemóveis, e a tirar fotos, a conversar e a rir, descurando a solenidade” do  momento em que se ouve o hino.

 

A Assembleia Popular Nacional agravou as sanções por desrespeito ao hino: as penas podem agora ir até três anos de prisão.

 

No caso de Macau, o Governo diz apenas que as sanções serão definidas de acordo com a “situação real”.

 

Sónia Nunes