Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

1200 membros na Comissão Eleitoral do CE, pede Luís Pedruco
Sábado, 25/02/2012

A comissão eleitoral que escolhe o Chefe do Executivo de Macau deve seguir o exemplo de Hong Kong, considerou Luís Pedruco no Rádio Macau Entrevista. “Presentemente, em Hong Kong, são 1200 e em Hong Kong estão a pensar em alargar este número. Não vejo problemas em aumentar o número dos actuais 300 para 1200. Se houver dificuldades em encontrar 1200 membros, então vamos ter muitos problemas para chegar ao sufrágio universal.” Luís Pedruco defendeu ainda uma maior participação política e cívica da comunidade portuguesa de Macau.

 

“A minha candidatura tem como objectivo alertar a comunidade portuguesa e a comunidade macaense para serem mais activos nestas áreas. Para isso temos de mudar as mentalidades. Desde logo, temos de assumir que não somos inquilinos da casa de Macau, não somos inquilinos desta terra. Somos co-proprietários e, com esta atitude, podemos ter uma participação idêntica à das outras comunidades”, afirmou, admitindo que existe uma certa passividade. “Muito se fala nos cafés, mas a participação activa está muito aquém”, lamentou, reconhecendo que falta um líder à comunidade portuguesa de Macau.

 

Luís Pedruco deixou ainda elogios ao actual Chefe do Executivo. “Na qualidade de secretário para os Assuntos Sociais e Cultura fez um bom trabalho, mas não tinha um perfil muito alto. Como líder do Governo tem demonstrado que é uma pessoa séria, que sabe o que está a fazer e que, passo a passo, está a levar Macau para o bom caminho”, afirmou, atribuindo, numa escala de 0 a 10, nota 9 a Fernando Chui Sai On.

 

A entrevista a Luís Pedruco pode ser ouvida aqui, na nossa página da internet, ou segunda-feira, às 10h30, na 98 FM.