Em destaque

22 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Sulu Sou confiante no princípio “Um país, dois sistemas”
Sábado, 30/09/2017

O mais jovem deputado pró-democracia eleito para a Assembleia Legislativa acredita que o principio “um pais, dois sistemas” vai continuar a vigorar em Macau, mesmo depois de 2049. Prestes a entrar oficialmente na Assembleia Legislativa, Sulu Sou diz em entrevista à Rádio Macau que é preciso mostrar confiança em relação à continuidade do “segundo sistema”. 

 

“Tenho de mostrar que tenho confiança em relação ao princípio ‘Um país, dois sistemas’. Se não tivermos confiança neste princípio, os cidadãos de Macau ficarão desapontados com este lugar. Há quem diga que o princípio ‘Um país, dois sistemas’ está morto, mas o facto é que, caso este princípio morra, deixamos de ter liberdade de expressão, deixamos de poder falar neste estúdio de rádio. Creio que, sob este princípio, Macau tem condições para manter as suas características e os cidadãos podem também manter a sua maneira de viver. Isto é viável”, refere. 

 

Nesta entrevista à Rádio Macau, Sulu Sou diz ainda que o sucesso do princípio “Um país, dois sistemas" em Macau e Hong Kong é um bom exemplo para Taiwan e nega qualquer influência de organizações internacionais junto da Novo Macau. O deputado eleito desmente os críticos que dizem que a associação é influenciada pelos Estados Unidos e pela União Europeia.  

 

Sónia Nunes com Tomás Chiu