Em destaque

22 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Chui Sai On defende revogação de pensão de Fong Soi Kun
Sexta, 29/09/2017

O Chefe do Executivo, Chui Sai On, defendeu a revogação da pensão de aposentação do ex-director dos Serviços Meteorológicos e Geofísicos, Fong Soi Kun, indicando que o despacho que fixava a pensão incorre em vício.

 

De acordo com Chui Sai On, a revogação não foi devida aos comentários negativos que surgiram nas redes sociais após a publicação, na quarta-feira, de um despacho da secretária para a Administração e Justiça, Sónia Chan, com data de 13 de Setembro, determinando a pensão de aposentação de Fong Soi Kun.

 

O Chefe do Executivo falava na Associação Comercial de Macau, à margem de uma cerimónia para assinalar o 68º aniversário da implantação da República Popular da China.

 

No comunicado de hoje em que se dá conta da revogação, o Fundo de Pensões explica que o requerimento para a aposentação não cumpriu as regras previstas no Estatuto dos Trabalhadores da Administração Pública, uma vez que o pedido não foi apresentado com uma antecedência  mínima de 90 dias sobre a data em que Fong Soi Kun pretendia desligar-se do serviço.

 

Fong Soi Kun pediu para abandonar funções depois da passagem do Tufão Hato, no dia 23de Agosto.

 

O curto intervalo de tempo entre o içar de sinais de tempestade tropical fez gerar dúvidas e críticas sobre a capacidade de previsão dos Serviços Meteorológicos.

 

Macau içou o sinal 3 de tempestade tropical às 03:00 de dia 23, elevando-o a 8 seis horas depois. Passada uma hora e meia foi hasteado o sinal 9 e, volvidos somente 45 minutos, içado o sinal máximo (10), o que não sucedia desde 1999.

 

O Hato foi a pior tempestade tropical a atingir Macau nos últimos 53 anos, tendo matado dez pessoas e ferido mais de 240.

 

Na última quinta-feira, o gabinete da secretária Sónia Chan tinha divulgado um comunicado em que lembrava que, apesar de haver “aposentação voluntária” tal não impede “a punição por infracções cometidas no exercício dessas funções”.

 

Sónia Chan referia-se às duas investigações que decorrem ao trabalho de Fong Soi Kun na previsão do tufão Hato.

 

Nas declarações que fez hoje, Chui Sai On recusou tecer comentários sobre o caso em concreto, referindo apenas que o Governo vai actuar de acordo com a lei, aguardando o resultado das investigações que estão a ser levadas a cabo pelo Comissariado Contra a Corrupção e pela Comissão de Inquérito sobre a Catástrofe “23.08”.

 

A Rádio Macau contactou o ex-director dos Serviços Meteorológicos e Geofísicos, mas Fong Soi Kun recusou falar sobre a situação enquanto a investigação estiver a decorrer.

 

Hugo Pinto