Em destaque

19 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.16 patacas e 1.12 dólares norte-americanos.

Pereira Coutinho lamenta escolhas de nomeados
Quarta, 27/09/2017

José Pereira Coutinho não está satisfeito com as escolhas de Fernando Chui Sai On para a Assembleia Legislativa. O deputado reeleito lamenta que o Chefe do Executivo tenha nomeado pessoas que lhe são próximas e que tenha reforçado o número de deputados de alguns grupos candidatos às eleições por sufrágio directo.

 

“Não são boas notícias porque, como antevíamos, o Chefe do Executivo nomeou outra vez pessoas do seu círculo mais próximo. Em primeiro lugar, o senhor Iau Teng Pio, que é professor de direito na Universidade de Macau, foi o número três da lista de Chan Meng Kam em 2009. Portanto, a lista de Fujian fica com um terceiro deputado na Assembleia, não obstante o deputado Chan Meng Kam não ter aceitado. Em segundo lugar, Wu Chou Kit liderou, na altura, os velhinhos e velhinhas da região de  Kongmoon  [Jiangmen] em apoio ao projecto de lei da impunidade criminal e à permissão de atribuição da pensão de aposentação aos titulares dos principais cargos públicos, fazendo parte do núcleo central do deputado Mak Soi Kun. Portanto, a lista de Kongmoon fica completa com o próprio Mak Soi Kun, o Zheng Anting e agora o Wu Chou Kit. Cada um deles [Chan Meng Kam e Mak Soi Kun] fica com três”, afirmou José Pereira Coutinho, em declarações à TDM – Rádio Macau.

 

O deputado reeleito lamenta também o destaque dado aos interesses do jogo, considerando que Davis Fong, “que lidera o departamento de análise do jogo na Universidade de Macau, vai de certeza também defender os interesses das seis concessionárias e as posições do Governo perante a próxima revisão da lei de jogo”.

 

Já quanto a Pang Chuan, José Pereira Coutinho entende que “representa os interesses da Universidade de Ciência e Tecnologia de Macau”, instituição que, frisa, tem recebido anualmente “chorudos subsídios”. “Ele está muito ligado a um membro do Conselho Executivo e é também do círculo fechado do Chefe do Executivo”, acrescentou.

 

O deputado reeleito por sufrágio directo lembra ainda que o advogado Chan Wa Keong tem vindo a defender publicamente as posições do Governo. Já quanto a Ma Chi Seng, o único deputado nomeado da anterior legislatura que volta a ser escolhido pelo Chefe do Executivo, José Pereira Coutinho entende que está a ser preparado para um dia substituir Ho Iat Seng na presidência da Assembleia Legislativa.

 

José Pereira Coutinho alega ainda que Joey Lao, “que trabalha no gabinete do reitor da Universidade de Macau” e “foi funcionário do Banco da China”, representa “os interesses do primeiro sistema”.

 

“É a nomeação de pessoas com a capa académica, mas que defendem interesses empresariais”, concluiu.

 

Para José Pereira Coutinho, Fernando Chui Sai On deveria ter tido em conta os resultados das eleições por sufrágio directo e as listas que ficaram perto de eleger deputados. “Acho que o Chefe do Executivo não ponderou bem as nomeações, porque teria sido muito melhor a aceitação social em Macau se pudesse ter repescado os candidatos às eleições à Assembleia Legislativa, nomeadamente os 15.º, 16.º, 17.º e 18.º classificados, porque eles têm uma representatividade em termos de aceitação a nível social”, defendeu.

 

Sofia Jesus