Em destaque

18 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20602 patacas e 1.1314 dólares norte-americanos.

Mais limites aos empréstimos para compra de habitação
Quinta, 21/04/2011
Entraram hoje, 21 de Abril, em vigor as novas regras para concessão de empréstimos para alienação de fracções autónomas em edifícios em construção ou em projecto. Segundo a Autoridade Monetária de Macau, haverá para os residentes, uma percentagem máxima de 70 por cento do custo total do imóvel, enquanto para os não-residentes, a percentagem máxima situa-se em 50 por cento, independentemente do seu valor. A medida é aplicada desde hoje, 21 de Abril, a todos os pedidos pendentes.

Esta é mais uma medida do Executivo com vista ao combate à especulação imobiliária, que já tinha sido referida, ontem, 20 de Abril, por Fernando Chui Sai On na Assembleia Legislativa.

O Chefe do Executivo prometeu, igualmente, em breve, entregar à Assembleia Legislativa uma proposta com vista à aplicação de um imposto de selo sobre as transacções de imóveis com licença de habitação, em construção ou em projecto.

Chui Sai On explicou que será proposto que se alguém pretender vender o imóvel adquirido “no prazo de um ano passa a pagar um imposto de selo de 20 por cento” e, depois de um ano, mas sem ultrapassar os dois anos, 10 por cento.