Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Agnes Lam quer eleição diferente para Chefe do Executivo
Sábado, 23/09/2017

Com o processo eleitoral para o cargo de Chefe do Executivo no horizonte, em 2019, Agnes Lam diz é preciso promover uma agenda pública para que haja mais do uma candidatura, debates e uma campanha eleitoral efectiva. Esses esforços, defende a deputada eleita, devem ser também dirigidos às associações tradicionais e pró-Pequim que dominam o processo de eleição para as persuadir de que é importante um processo eleitoral diferente e mais virado para a população. 

 

“Precisamos de promover uma agenda pública para que haja mais do que uma candidatura, para que possamos ter pelo menos um debate e não apenas uma sessão de perguntas e respostas. Por outro lado temos que fazer algo para transmitir ao Governo Central a nossa esperança de que o próximo Chefe do Executivo seja o resultado de um processo eleitoral efectivo e que o próprio candidato se sinta na responsabilidade de responder perante o público”

 

André Jegundo