Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Novas regras no Fundo para as ciências e tecnologias
Sexta, 22/09/2017

Vêm aí alterações nos financiamentos do Fundo para o Desenvolvimento das Ciências e Tecnologia. A ideia é facilitar o processo de atribuição de apoios. Novidades dadas hoje a conhecer pelo presidente Frederico Ma. O líder do fundo explica que agora passam a existir três trimestres para os projectos avaliados acima do meio milhão de patacas. Em causa está o Plano de Financiamento para Pesquisa e Desenvolvimento Inovadores de Empresa, destinado às pequenas e médias empresas do sector tecnológico. Os apoios podem também chegar do exterior.

 

"Existe um plano de financiamento conjunto com fundos vindos da China continental. Em menos escala existem também um plano com a União Europeia e com Portugal, mais especificamente", revelou Frederico Ma.

 

As empresas que se querem candidatar aos fundos têm de estar inscritas em Macau e não ser devedoras ao fisco da região. O limite máximo do montante requerido para cada projecto é de dois milhões de patacas e não pode ser superior a 80 por cento do orçamento do projecto. Já o montante do capital próprio investido da entidade está impedido de ser inferior a 20 por cento do mesmo orçamento.

 

O valor das despesas destinadas ao recrutamento não pode ultrapassar os 70 por cento do valor requerido. O montante aprovado pelo fundo consiste em duas partes: 60 por cento destinado ao funcionamento das empresas e 40 por cento para o investimento real.

 

Após aprovação, o prazo máximo destinado à pesquisa e ao desenvolvimento dos projectos é de dois anos. Anualmente, a entidade apoiada pelo Fundo deve apresentar relatórios sobre o andamento dos trabalhos.

 

O fundo entra agora no 13.º ano de existência. Frederico Ma reforça que o objectivo do fundo continua a ser a aposta num sector em franco desenvolvimento como é o das tecnologias.

 

As candidaturas ao financiamento para o plano de 2018 terminam a 11 de Novembro.

 

João Picanço