Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Zheng Xiaosong é o novo representante de Pequim em Macau
Sexta, 22/09/2017

Zheng Xiaosong já assumiu funções como o novo director do Gabinete de Ligação do Governo Central em Macau.

 

O novo representante de Pequim sucede a Wang Zhimin, que, pouco mais de um ano depois de ter vindo substituir Li Gang, chegou esta quinta-feira a Hong Kong para dirigir o Gabinete de Ligação do Governo Central no território vizinho.

 

Em Hong Kong, Wang rende Zhang Xiaoming, que vai substituir Wang Guangya em Pequim. Aos 67 anos de idade, o dirigente do Gabinete dos Assuntos de Hong Kong e Macau excedeu o limite de 65 anos estipulado para cargos de nível ministerial no governo chinês.

 

De acordo com o jornal The Standard, de Hong Kong, com a nova nomeação, Zhang Xiaoming torna-se o primeiro a ter dirigido o Gabinete de Ligação em Hong Kong e depois a liderar o Gabinete dos Assuntos das duas regiões administrativas especiais.

 

O jornal adiantou ainda que Zheng Xiaosong, que até agora foi vice-ministro do Departamento Internacional do Comité Central do Partido Comunista Chinês, assumiu as funções em Macau na passada quarta-feira.

 

Zheng chega ao fim de uma estada de 15 meses do anterior director, Wang Zhimin, que veio para Macau em Junho de 2016, depois de ter sido subdirector do Gabinete para os Assuntos de Hong Kong e Macau junto do Conselho de Estado. Antes disso, foi também vice-director do Gabinete de Ligação em Hong Kong.

 

Wang teve uma passagem discreta por Macau, sobretudo se comparada com a do antecessor, Li Gang, que fora nomeado vice-director do Gabinete de Ligação do Governo Central em Macau no final de 2012, depois de ter sido vice-director do Gabinete de Ligação em Hong Kong.

 

Em 2014, Li Gang substituiu Bai Zhijiang, que deixou a direcção do Gabinete por ter atingido o limite de idade.

 

A saída de Li Gang de Macau aconteceu cerca de uma semana depois de a Comissão Central de Disciplina do Partido Comunista Chinês ter anunciado que ia, pela primeira vez, enviar inspectores para o Gabinete para os Assuntos de Hong Kong e Macau do Conselho de Estado.

 

No início deste mês, Li Gang foi afastado da Assembleia Popular Nacional por suspeitas de violação da disciplina do Partido Comunista Chinês, a expressão habitualmente usada para descrever casos de corrupção.

 

Hugo Pinto