Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (Quinta-feira)
Quinta, 21/09/2017

A nomeação de Raymond Tam para a direcção dos Serviços Meteorológicos e Geofísicos (SMG) e um inquérito aos funcionários públicos sobre as práticas do Governo são alguns dos títulos na imprensa de hoje.

 

 

Jornais de Macau em língua chinesa

No Jornal Ou Mun destaca-se o acidente laboral no estaleiro de obras do novo edifício do Ministério Público (MP), três responsáveis foram detidos.

 

Va Kio escreve, em manchete, sobre a nomeação de Raymond Tam como o novo director dos Serviços Meteorológicos e Geofísicos.

 

Ou Mun Tin Toi

Pela Ou Mun Tin Toi passou Sulu Sou, novo deputado eleito por sufrágio directo. O membro da Associação Novo Macau apresentou os objectivos para os próximos quatro anos.

 

Nota também para as autoridades que receberam três queixas sobre o cheiro de gás butano. Os bombeiros fizeram inspecções em vários bairros: São Lourenço, Toi San, Carlos da Maia, entre outros, e nada foi encontrado. Como a queixa é proveniente das redes sociais, os bombeiros apelam a que cidadãos não partilhem este tipo de rumores.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

“Com voto na matéria” é a manchete to Hoje Macau, que faz praticamente toda primeira página com uma fotografia de Raymond Tam. Chui Sai on “não vê inconveniente na falta de experiência” do novo director dos SGM que “poderá frequentar cursos para ganhar conhecimentos na matéria”. Em “Grande Plano”, ainda a análise às eleições do último Domingo.

 

Já o Ponto Final olha para o perfil dos deputados a serem nomeados pelo Chefe do Executivo. “Filhos da espera” é o título principal. O diário ouviu membros da comunidade macaense sobre a possibilidade de Chui Sai On vir a nomear alguém “com nome português”: as expectativas são baixas. Destaque ainda para a decisão do IACM de “cimentar as caldeiras ocupadas por árvores de médio porte”.

 

Em manchete, no Jornal Tribuna de Macau, “Funcionários públicos alertam para a corrupção interna”. Um inquérito da Associação dos Trabalhadores da Função Pública de Origem Chinesa conclui que os entrevistados “acreditam que a corrupção é um problema ‘grave’ no seio da Administração”. Na fotografia de capa, a cerimónia que assinalou os 15 anos do BNU – “Um marco com janela para o futuro”.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

A nomeação de Raymond Tam para a direcção dos SMG é também o título principal do Macau Post Daily: “Governo nomeia director da meteorologia pós-Hato”, lê-se em manchete. O jornal dá também conta do “claro desacordo” entre Angela Merkel e Donald Trump sobre a questão da Coreia do Norte.

 

Também o Macau Daily Times faz o título principal com Raymond Tam, o “novo chefe da meteorologia”. Ainda na primeira página, grande destaque para o México: “Pelo menos 225 mortos no sismo”, o maior desde 1985.  

 

No Business Daily, o “Longo braço do Hato”, um balanço aos efeitos do tufão, um mês depois de ter atingido Macau. O jornal olha para o “impacto económico” do “mais terrível tufão do século”. Em segundo título, “Residentes não conseguem obter (satisfação)”, um trocadilho com a canção dos Rolling Stones, a propósito do inquérito sobre a “insatisfação” dos funcionários públicos em relação a algumas práticas do Governo.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

No South China Morning Post o destaque vai para aquilo que já é tratado como a “guerra da bitcoin”. Alarmes soam entre os governos soberanos e a indústria da criptomoeda. A legitimidade da bitcoin é colocada em causa. Nas notícias de local, nota para a possibilidade de Hong Kong usar contentores pré-fabricados como solução para o alojamento temporário dos sem abrigo. O sítio onde os contentores ficarão alojados é uma incógnita.

 

O Standard escreve sobre a tragédia que se abateu no México. “Mais de 200 mortos no terramoto, no dia em que se assinalava o aniversário de outro sismo” pode ler-se na publicação.

 

No China Daily, o presidente Xi Jinping está em destaque. “Fortalecer a confiança é a chave”, escreve-se em manchete. Xi Jinping encontrou-se com o primeiro-ministro de Singapura, Lee Hsien Loong. O objectivo era estreitar os laços entre os dois países. Nota ainda para o sismo de magnitude 7.1 no México, que vitimou mais de 200 pessoas.

 

João Picanço e Sónia Nunes