Em destaque

22 de Novembro de 2017: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.5027 patacas e 1.1744 dólares norte-americanos.

Coutinho e Valente apelam ao voto da comunidade macaense
Quarta, 13/09/2017

José Pereira Coutinho e Jorge Valente, candidatos à Assembleia Legislativa pelas listas 6 e 18, respectivamente, deixaram um apelo ao voto da comunidade macaense e portuguesa, durante o debate promovido pelos canais portugueses da TDM, que será transmitido esta quinta-feira, na Rádio Macau (10h30) e no Canal Macau (21h10).

 

 “Estas eleições são extremamente complicadas e o meu lugar está em causa”, alertou Pereira Coutinho, cabeça-de-lista da Nova Esperança. “Por isso, faço um apelo à comunidade portuguesa e macaense para que, de facto, jogue com lucidez e pense bem. Porque não vale a pena desperdiçar os votos”, afirmou Pereira Coutinho, para quem a reeleição será já “um bom resultado”.

 

Também para Jorge Valente, número 3 da Aliança Pr’a Mudança, “um bom resultado” será ter “um eleito”. “Muito bom é ter dois e o perfeito é ter três”, acrescentou. O candidato assume que é “muito difícil” eleger o primeiro deputado, pelo que apelou também “ao voto da comunidade macaense e portuguesa”.

 

No debate, o caso da candidatura de Pereira Coutinho à Assembleia da República portuguesa, no passado, foi um dos temas abordados. O caso levou a alterações na lei eleitoral de Macau, mas José Pereira Coutinho defendeu que a revisão do diploma deveria ter incluído “problemas que têm a ver com o processamento da lei eleitoral”, “o estatuto dos deputados”, “a inelegibilidade”, “os direitos, obrigações e deveres dos deputados”. “Alteraram mal”, insistiu o líder da lista 6.

"A Lei Básica é realmente espectacular. Permite que um estrangeiro seja deputado num país estrangeiro. Isto dá-me, realmente, uma grande honra e satisfação. A Lista 6 tem o único candidato português que é deputado na República Popular da China", disse Perreira Coutinho.

Na resposta, Jorge Valente acusou o adversário de “populismo barato”: “Por que outra razão iria para lá [Assembleia da República]? Até porque você declarou que não iria ser deputado lá, que se fosse eleito daria o lugar ao segundo da lista.”

 

Jorge Valente criticou ainda a mudança de estatutos da Associação de Trabalhadores da Função Pública de Macau (ATFPM) – de que Pereira Coutinho é presidente –, sublinhando que as alterações ocorreram quando Ho Chio Meng liderava o Ministério Público. O número 3 da lista encabeçada por Melinda Chan acusou José Pereira Coutinho de, ao alterar os estatutos da associação, ter transformado a ATFPM numa espécie de “federação de operários”, em que “qualquer operário pode entrar”. “Mas a verdade é que nem todos os membros da ATFPM são iguais. Uns são mais iguais que outros”, afirmou Jorge Valente, referindo-se ao facto de só os funcionários públicos poderem ser eleitos para cargos de direcção. “Como é que pode falar em lei sindical e igualdade de trabalhadores?”

 

O debate entre os candidatos José Pereira Coutinho, número 1 da lista 6, e Jorge Valente, número 3 da lista 18, é transmitido esta quinta-feira, na Rádio Macau, às 10h30, com repetição sexta-feira, depois das 15h00. No Canal Macau, o debate é transmitido esta quinta-feira, às 21h10, com repetição na sexta-feira, às 16h30.

 

Sofia Jesus (com Gilberto Lopes)