Em destaque

20 de Novembro de 2017: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.5027 patacas e 1.1736 dólares norte-americanos.

Revista de Imprensa de Macau e Hong Kong (Terça-Feira)
Terça, 12/09/2017

A detenção de uma mulher vietnamita por agressões ao marido e as queixas da lista eleitoral da Associação Novo Macau são alguns dos assuntos em destaques na imprensa de hoje.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O jornal Ou Mun tem, em manchete, uma notícia sobre a construção dos colectores pluviais na Areia Preta: a obra deverá custar 84 milhões de patacas e tem por objectivo acabar com os maus cheiros que afectam a zona. 

 

O Va Kio destaca o caso de mulher vietnamita que mutilou o órgão sexual do marido, depois de ter descoberto que o homem estava a ter um caso com outra mulher.

 

Ou Mun Tin Toi

 

Na manhã informativa da Ou Mun Tin Toi estão em destaque dois casos de violação das regras eleitorais: um aconteceu na Rua Sul do Patane, e outro na Rua do Almirante Costa Cabral. Nos dois casos, está em causa a fixação de propaganda eleitoral na via pública.

 

Jornais de Macau em Língua Portuguesa 

 

“Jantares e bolsas de estudo na campanha eleitoral”, é a manchete do jornal Tribuna de Macau. O jornal cita dados da Comissão de Assuntos Eleitorais da Assembleia Legislativa que mostram que as principais associações de Macau, incluídas organizações ligadas às comunidades de Fujian e Guangdong, registaram mais de 60 actividades com atribuição de prendas. 

 

“Democratas sob cerco?” é a questão que está na primeira página do Ponto Final. Responsáveis pela candidatura da “Associação do Novo Progresso de Macau”, ligada à Associação Novo Macau, denunciaram estar a ser alvo de uma campanha difamatória.

 

O Hoje Macau também coloca a conferência de imprensa da Novo Progresso de Macau em destaque. Os principais membros da Associação negaram quaisquer ligações ao movimento independentista de Hong Kong. Na fotografia principal estão Nicole Wong e Bobo Leong que são entrevistadas enquanto responsáveis pelo projecto comunitário de teatro experimental de Macau. 

 

Jornais de Macau em Língua Inglesa

 

A detenção da mulher Vietnamita por ofensas à integridade física do marido é a principal notícia do Macau Post. A suspeita tem 46 anos de idade e o caso já foi encaminhado para o Ministério Público. 

 

Um grupo de proprietários de veículos que foram destruídos pelo tufão Hato entregaram uma petição na DSAT onde se queixam que o esquema de apoio anunciado pelo Governo não é eficaz. Segundo o Business Daily, os proprietários queixam-se também da falta de responsabilização das empresas gestoras de parques de estacionamento em relação ao escoamento das inundações que foram provocadas pelo tufão Hato.

 

“Activista pró-democracia de Taiwan confessa culpa” é a manchete do jornal Macau Daily Times. O jornal conta a história de Lee Ming Chee que desapareceu em Macau a 19 de Março e que está a ser julgado num tribunal chinês por “subversão do poder do estado”. 

 

Jornais de Hong Kong em Língua Chinesa

 

“Pequim mostra determinação na aplicação de sanções” é a manchete do South China Morning Post. O banco Central chinês tem avisado as instituições financeiras do país para aplicarem, de forma rigorosa, as resoluções que foram aprovadas pelas Nações Unidas contra a Coreia do Norte. 

 

O jornal oficial chinês, China Daily, faz eco das palavras do presidente Xi Jinping que afirmou que a China está disponível para reforçar a cooperação judicial com outros países de forma a promover o desenvolvimento do primado do Direito.

 

No Standard há mais um caso de polícia que está em destaque. Um professor da Universidade Chinesa de Hong Kong foi detido pelo homicídio da mulher e da filha, um caso que aconteceu há dois anos.

 

André Jegundo