Em destaque

24 de Novembro de 2017: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.5893 patacas e 1.1857 dólares norte-americanos.

Ng Kuok Cheong e Au Kam San apresentam manifestos
Segunda, 11/09/2017

Habitação e olhos postos nos futuro. Au Kam San e Ng Kuok Cheog apresentaram, esta segunda-feira, os manifestos eleitorais e pela primeira vez, ambos correrem sem o apoio da Novo Macau. Os dois candidatos esperam conseguir mais votos para a ala pró-democracia, apesar da fragmentação dos candidatos.

 

Au Kam San, número 1 da lista 13, pede mais habitação pública e rápidos concursos tendo em vista a atribuição de novas casas.

 

Ng Kuok Cheong, que encabeça a lista 3, também vira o discurso para a habitação. O candidato defende "casas de Macau para os residentes de Macau", tendo dúvidas que o Governo disponibilize as tão faladas 40 mil fracções para habitação pública nos novos aterros. De resto, é a continuidade do que ambos vinham defendendo nos últimos meses da sessão legislativa, que terminou em Agosto.

 

Sobre a cisão das listas, Ng Kuok Cheong entende que hoje a realidade é diferente de há quatro anos e assim todos podem conseguir, eventualmente, eleger mais deputados.

 

"Eu disse que neste caso eu queria um maior fragmento nas candidaturas. Acredito que o Mundo mudou. A união de todos numa só lista, desta vez, creio que não seria tão eficiente", declarou o candidato.

 

Tong Ka Io, número seis da lista de Au Kam San, acredita que a democracia fica a ganhar com a competitividade existente entre candidatos que já correram juntos e com o apoio da Novo Macau: "Esta forma de concorrer favorece a escolha dos eleitores. É bom para a democracia".

 

Os dois candidatos enaltecem a juventude que que se regista nos restantes elementos das listas. A ideia, dizem, "é colocar as sementes para os que vão continuar o trabalho que começaram", como disse Ng Kuok Cheong.

 

João Picanço