Em destaque

20 de Setembro de 2017: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.7133 patacas e 1.2006 dólares.

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (Segunda-feira)
Segunda, 11/09/2017

O recurso negado a Ho Chio Meng é o tema que domina a imprensa local. A tentativa de suícidio de uma mulher, num templo taoísta, está em destaque nos jornais de Hong Kong.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O Ou Mun destaca que as paragens do Terminal das Portas de Cerco podem ser distribuídas por dez pontos. A possibilidade é “viável”, lê-se no jornal. No entanto, fica um alerta: caso sejam instaladas estações na zona de paragens dos shuttle bus dos casinos, haverá lugar a alguma “confusão”.

 

O Va Kio prefere puxar para tema do dia o caso Ho Chio Meng. O Tribunal de Última Instância não admitiu o pedido de recurso, não previsto na lei, mas que tinha sido apresentado pela defesa.

 

Ou Mun Tin Toi

 

A manhã informativa da Ou Mun Tin Toi está a ser preenchida com a movimentação da tempestade tropical Talim. Os serviços de meteorologia da China prevêem que, amanhã, chegue ao sudeste de Taiwan. Depois, deve alcançar a costa de Fujian. A esta altura, a tempestade desloca-se a uma velocidade de 25 a 30 km/h.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

O Hoje Macau titula “fado menor” para referir que só quatro das 24 listas concorrentes às eleições têm programas políticos em português. Na edição desta segunda-feira, ficamos ainda a conhecer a banda Warmwall, que editaram o álbum “City of Dreams”.

 

O Jornal Tribuna de Macau escolhe para manchete “rejeitado tribunal de recurso para Ho Chio Meng”. O despacho da juíza titular do processo sublinha que não há “qualquer fundamento legal” para criar um organismo desta natureza. Com o título “brincar faz a diferença no Costa Nunes” é marcado o regresso às aulas no jardim-de-infância.

 

O Ponto Final escreve “missão impossível”, após o Tribunal de Última Instância ter recusado o pedido de recurso interposto pela defesa de Ho Chio Meng. O Observatório Meteorológico de Hong Kong está a rever os dados recolhidos durante a passagem do Hato, admitindo que a tempestade pode ser considerada um super-tufão.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

O Business Daily coloca na manchete que o grupo Suncity é “mais do que uma empresa de jogo”. O jornal financeiro também faz referência ao caso Ho Chio Meng.

 

O Macau Daily Times também destaca a impossibilidade de recurso do antigo procurador da RAEM. No destaque fotográfico está o furação Irma, que passou com “devastação” em Cuba e já tocou terra na Florida.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

O South China Morning Post prefere olhar para novas regulamentações na China, que podem “apertar” o cerco ao comércio com a Coreia do Norte. Outro destaque é a morte de David Ford. O último secretário-chefe britânico de Hong Kong tinha 82 anos.

 

O Standard olha para uma estranha tentativa de suicídio. Pelo menos, é assim que a polícia está a abordar o caso. Uma mulher de 59 anos está entre a vida e a morte, depois de ter saltado para uma zona de queima de papéis funerários, num templo taoista, em Tsuen Wan. Três bombeiros ficaram feridos, na operação de salvamento.

 

Pedro Galinha