Em destaque

20 de Setembro de 2017: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.7133 patacas e 1.2006 dólares.

Mudança da USJ para novo campus começa amanhã
Segunda, 04/09/2017

A Universidade de São José (USJ) começa, amanhã, a mudança para o campus da Ilha Verde. A Direcção dos Serviços de Solos, Obras Públicas e Transportes emitiu a licença em falta, no mês passado. O início do ano lectivo, marcado para o dia 18, está garantido nas novas instalações.

 

“Os serviços administrativos mudam-se amanhã. Na semana seguinte, faremos o acolhimento dos professores e dos novos alunos”, indica o reitor da USJ, Peter Stilwell, em declarações à TDM – Rádio Macau.

 

A passagem do tufão Hato também provocou danos no novo campus. “Inundou zonas subterrâneas. Tinha sido dito que aquilo estava protegido ou era improvável que houvesse cheias daquela dimensão. Mas o improvável aconteceu”, lamenta Peter Stilwell.

 

Os prejuízos são “avultados”, mas o reitor da USJ prefere não adiantar valores porque o processo está na seguradora e no Governo. Os edifícios da biblioteca e das residências doram os mais afectados.

 

“Na biblioteca, afecta questões de elevadores e electricidade. Para as residências foi necessário arranjar soluções alternativas para os alunos que irão estar alojados, no primeiro semestre. Já encontrámos essas soluções. Esperamos que o edifício esteja recuperado no mês de Outubro”, confia o reitor da USJ, que diz que dos danos é preciso “tirar as lições necessárias” de forma a “perceber as fragilidades” do novo campus.

 

Peter Stilwell indica que o orçamento final se mantém em “500 milhões de patacas”, mas “pode ir um pouco mais além disso”. Neste momento, decorrem negociações com a construtora que alega que “houve um aumento dos preços e dos custos de mão-de-obra que não estavam previstos no contrato inicial”.

 

Apesar de o novo ano lectivo arrancar já nas novas instalações, a inauguração oficial do campus só está marcada para o “início de Dezembro”. O fórum de reitores da região e dos países de língua portuguesa, que chegou a estar pensado para abrir as instalações, foi adiado para Março de 2018.

 

Pedro Galinha