Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Okada com direito a aceder a documentos da Wynn, diz juíza
Sexta, 10/02/2012

 

Kazuo Okada, o antigo vice-presidente da Wynn Resorts, tem direito a um acesso “razoável” aos documentos internos da empresa. É a decisão de um tribunal do Nevada que negou à Wynn Resorts a intenção de impedir Okada de aceder a documentos da operadora.

 

O japonês, accionista de referência da Wynn, interpôs no mês passado um processo contra a operadora porque pretendia inspeccionar os registos financeiros da empresa. Em causa está o que Okada considera o uso inadequado de fundos na doação de 135 milhões de dólares à Universidade de Macau.

 

Agora, de acordo com o The Wall Street Journal, a juíza Elizabeth Gonzalez ordenou as duas partes a chegarem a um entendimento, mas não especificou a que documentos Okada pode aceder. O caso tem uma nova audiência agendada para daqui a duas semanas.