Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Crescente participação da lusofonia na Exposição de Franquia
Quarta, 26/07/2017

A nona edição da Exposição de Franquia arranca esta sexta-feira no Venetian, prolongando-se até domingo. “A Expansão contínua de Marcas – novas oportunidades de negócio à vista” é o tema da edição deste ano.

 

O evento conta com 155 expositores de países como a China, a Coreia do Sul, o Japão, Singapura, o Reino Unido e o Vietname. A Finlândia participa pela primeira vez.

 

Brasil, Portugal e Moçambique representam a comunidade lusófona no evento. Irene Lau, do Instituto de Promoção do Comércio e Investimento de Macau, nota um crescente interesse da lusofonia no evento ao longo dos últimos anos.

 

“No ano de 2015 tivemos apenas uma [empresa]. Em 2016 contámos com a participação do Brasil, Timor-Leste e Moçambique. Em 2017 temos três [empresas] do Brasil, temos ainda Moçambique e seis empresas portuguesas. Há cada vez mais países lusófonos a juntarem-se a nós nestes eventos”, indicou Irena Lau.

 

A Exposição de Franquia conta ainda com a participação de Li Ning – conhecido como o príncipe da ginástica da China e que é hoje  presidente do conselho de administração da Companhia Li Ning. A marca de produtos que comercializa integrou, no ano passado, a lista das 100 empresas de venda a retalho online na China.

 

A par da Exposição de Franquia vai decorrer a Feira de Produtos de Marca da Província de Guangdong e Macau. É já o segundo ano consecutivo.

 

“De acordo com a experiência obtida no ano passado, a organização simultânea dos dois eventos irá não só alargar o número de visitantes profissionais, permitindo a compartilha de recursos, como irá também animar o ambiente das feiras e criar sinergias, além de aumentar a eficácia das bolsas de contacto, gerando oportunidades para as empresas do Interior da China, Macau e do exterior”, adianta Irene Lau.

 

Este ano há dois países convidados: a Indonésia e o Myanmar, que vão ter uma zona de promoção de produtos típicos. A feira conta com 345 expositores - 107 são de Macau e 194 da província de Guangdong.

 

Segundo Huang Yongguang, do departamento do comércio da província de Guangdong, que as trocas comercias entre a província e Macau ascenderam, no ano passado, a dois mil milhões de dólares americanos.

 

Marta Melo