Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Congresso dos Lusitanistas arranca amanhã no IPM
Domingo, 23/07/2017

Arranca amanhã no Instituto Politécnico de Macau (IPM) o 12º Congresso da Associação Internacional de Lusitanistas, naquela que será a primeira vez que a maior associação de estudos de língua e cultura portuguesas estará reunida no Oriente.

 

A sessão solene de abertura está marcada para as 9h30 e conta com a presença do secretário para os Asuntos Sociais e Cultura, Alexis Tam.

 

Até ao próximo dia 28 vão realizar-se quatro sessões plenárias e 48 sessões paralelas, sempre nas instalações do IPM.

 

A língua portuguesa no mundo, com particular enfoque na situação de Macau e da China, será tema de debate, tal como as literaturas portuguesa, brasileira e africanas, a história contemporânea ou os estudos feministas.

 

No programa de terça-feira, destaque para a apresentação da Plataforma 9, um portal cultural do mundo de língua portuguesa, projecto com a chancela da Fundação Calouste Gulbenkian em parceria com a Associação Internacional de Lusitanistas.

 

Destaque ainda um encontro com escritores, às 16:30 do dia 27, no auditório do IPM, com Carlos Morais José, a representar Macau, Ana Miranda, do Brasil, e João Paulo Borges Coelho, de Moçambique.

 

O 12º Congresso dos Lusitanistas conta com 142 participantes e, pela primeira vez na história destes encontros, entre os inscritos há académicos chineses – 16.

 

Em Macau vão estar representados 15 países e cerca de 80 instituições universitárias, incluindo algumas das mais prestigiadas do mundo, como Brown, Oxford ou La Sapienza.

 

Conhecidos são também alguns dos nomes dos participantes no congresso: Hélder Macedo, professor emérito do King’s College de Londres, Isabel Pires de Lima, antiga ministra da Cultura de Portugal, e Roberto Vecchi, director de faculdade na Universidade de Bolonha, Itália, entre outros.

 

Hugo Pinto