Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (Sexta-feira)
Sexta, 21/07/2017

O segundo caso de uma bandeira da República Popular da China mal içada e as descargas de águas não tratadas pela ETAR de Macau são temas que dominam a imprensa local.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O Ou Mun puxa para a primeira página o pedido de desculpa dos Serviços de Alfândega. Em causa está um novo caso com uma bandeira da República Popular da China içada de forma irregular. Entretanto, já foi aberto um processo interno para “apurar as devidas responsabilidades”.

 

O Va Kio aborda a detenção de 19 pessoas, numa suíte de um hotel que estava a funcionar como sala de jogo VIP. O esquema montado pelos suspeitos rendeu cerca de oito milhões de dólares de Hong Kong e nunca permitia que os apostadores ganhassem.

 

Ou Mun Tin Toi

 

Na estação de rádio Ou Mun Tin Toi, a emissão desta manhã está a ser dominada pelos últimos dados da inflação. Em Junho, o Índice de Preços no Consumidor geral médio registou um aumento de 1,06 por cento.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

O Hoje Macau tem como grande destaque uma entrevista a Elisabela Larrea, “macaense formada em culturas múltiplas”, que diz: “Macau é a nossa casa”. Sobre a segunda bandeira da República Popular da China mal içada lê-se que se trata de “um caso empolado”.

 

O Jornal Tribuna de Macau olha para dois temas principais. “Zonas costeiras alvo de descargas ‘inevitáveis’” e “Punidas seis empresas de gestão de auto-silos”. Esta sexta-feira, nota também para a conclusão do restauro das casas da antiga Leprosaria até Dezembro.

 

O semanário católico O Clarim titula “nada demove os católicos martirizados”, numa referência aos missionários argentinos que contam os horrores vividos no Iraque e na Síria. O jornal aborda ainda a visita de um grupo de estudantes da RAEM que está em intercâmbio cultural no Japão.

 

O Plataforma escreve “presidentes quase permanentes”, referindo que Kwan Tsui Hang e Cheang Chi Keong lideraram comissões da Assembleia Legislativa 22 e 18 vezes, respectivamente. Os dois deputados estão de saída de um “palco de interesses que é o parlamento local”. O Instituto de Medicina Tradicional de Portugal está a ajudar na introdução da indústria chinesa no mercado lusófono e europeu, garante o director Frederico Carvalho, em entrevista ao semanário bilingue.

 

O Ponto Final refere-se às descargas de águas não tratadas com o título “directo para o Delta”. A intervenção, considerada “inevitável” pelo secretário Raimundo do Rosário, é a consequência da necessidade de substituir um colector que se encontra danificado. Após o impasse gerado em Maio, o Campeonato do Mundo de Carros de Turismo vai integrar o cartaz da 64.ª edição do Grande Prémio de Macau.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

O Business Daily acompanhou uma sessão promovida, ontem, pelo Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau sobre propriedade intelectual. No final, concluiu-se que os novos negócios locais devem tomar medidas antes de iniciarem as operações. O jornal financeiro também destaca as descargas de águas não tratadas pela ETAR de Macau.

 

O Macau Daily Times adianta que a China está a reprimir o uso de VPN (Virtual Private Network).Macau vai ser palco do maior evento de eSports, em Agosto. A iniciativa inclui torneios e conferências.

 

O Macau Post Daily dedica mais de metade da primeira página para dar conta dos 19 detidos, alegadamente envolvidos na sala de jogo VIP ilegal, que funcionava num quarto de hotel. O jornal indica que o Catar acusa os Emirados Árabes Unidos de terem estado na origem do ciberataque que originou a crise no Golfo.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

O China Daily destaca que o controlo de capitais, relacionado com as transferências para divisas estrangeiras, está a resultar na China. O fundador do gigante Alibaba, Jack Ma, está em África para “encorajar” os empresários do continente a participarem no comércio global.

 

O South China Morning Post escreve que as conversações de alto nível entre a China e os Estados Unidos terminaram sem nenhum acordo relacionado com comércio. No destaque fotográfico está Carrie Lam. A Chefe do Executivo de Hong Kong esteve na feira do livro da região vizinha, onde disse ser fã de livros de cozinha e de romances de Chiung Yao e Isabel Nee Yeh-su.

 

O Standard nota que o antigo líder estudantil Billy Fung Jing-en teve de provar o “sabor” da prisão. O jovem, que organizou um cerco a uma universidade, não foi condenado, mas teve de passar três horas retidos por ordem do juiz que teve em mãos o caso.

 

Pedro Galinha